Trekking no Vale do Pati

Inserate

Trekking no Vale do Pati, região da Chapada Diamantina que mantém a natureza quase intocada e tem paísagens incríveis.

Fazer um trekking, uma caminhada mais ou menos difícil, andando entre montanhas, vales e áreas de ambiente natural é uma aventura. O objetivo é sempre por esporte ou lazer.

Inserate

Considerado o trekking mais bonito do país, o Vale do Pati é um dos lugares escondidos do Brasil. A região tem muitos planaltos e montanhas.

Inserate

Dá para andar por uma florestas onde existem rios e cachoeiras com a natureza quase original.

O percurso demora, no mínimo, 3 dias, sendo muito raro fazer antes deste prazo. Recomenda-se a presença de um guia turístico da região.

Além disso, um bom preparo para camping, com materiais adequados, e muito repelente.

Trekking no Vale do Pati

Esse trekking é na Chapada Diamantina e em um trecho muito particular, com uma aventura entre matas e rios. As paisagens são sensacionais.

O Vale do Pati é uma região isolada no coração da Chapada Diamantina, e o trekking é uma forma maneira de explorar a área e se conectar com a natureza.

Trekking no Vale do Pati
Trekking no Vale do Pati

Durante o passeio, você vai caminhar por trilhas incríveis, cruzar rios cristalinos e ver cachoeiras de tirar o fôlego.

O passeio começa em Andaraí e segue por uma trilha que leva até o Vale do Pati, onde você vai acampar e passar a noite sob um céu estrelado.

No segundo dia, você pode escolher entre fazer uma caminhada mais leve ou subir o Morro do Castelo, uma montanha com uma vista incrível da região.

No terceiro dia, você vai visitar o Cachoeirão, uma cachoeira de 300 metros de altura que é simplesmente espetacular.

E no último dia, você volta para Andaraí, passando por mais trilhas e paisagens inesquecíveis.

Trekking na Chapada

O trekking no Vale do Pati é uma aventura inesquecível que vai deixar lembranças para a vida toda. Então, se você tá a fim de conhecer um dos lugares mais bonitos do Brasil, coloca a Chapada Diamantina na sua lista de destinos e se joga nessa aventura!

Então, se você tá a fim de se aventurar na Chapada Diamantina e curtir paisagens de tirar o fôlego, o trekking no Vale do Pati é a pedida certa!

Além das paisagens incríveis, o trekking no Vale do Pati também é uma oportunidade de conhecer a cultura local.

Durante o passeio, você vai passar por pequenos povoados e ter a chance de conversar com os moradores, que são muito acolhedores e simpáticos.

Mas é bom lembrar que o trekking no Vale do Pati requer um bom preparo físico, já que as trilhas podem ser cansativas em alguns trechos.

Por isso, é importante levar equipamentos adequados, como tênis confortáveis, mochila resistente e roupas leves, além de bastante água e comida.

Se você não tem experiência em acampamento, não se preocupe: as agências que oferecem o passeio costumam providenciar barracas e outros equipamentos necessários.

E se você não quer se preocupar com a comida, também é possível contratar um guia que faz as refeições para o grupo.

Acomodações locais

O trekking passa por lugares onde existem casa de moradores, que são bases já conhecidas para o roteiro. Eles oferecem a pernoite com a refeição e a boa hospitalidade dos moradores é de encantar.

Além disso a comida é preparada em fogão de lenha, coisa bem difícil de se ver nos tempos atuais. A acomodação simples, com banheiros e camas confortáveis, perfeita após um longo dia de caminhadas.

Os roteiros mais comuns pelo Vale do Pati seguem percursos de três a cinco dias, mas o tempo de duração pode ser negociado com o guia, caso seja um grupo particular.

Normalmente, por dia, são percorridos de 15 a 25 km. Mas isso depende do perfil das pessoas que estão no grupo. Se tem ou não experiência com caminhada e habilitadas para a dificuldade do percurso.

No Vale não existem estradas traçadas, nem mesmo de chão, para carros. Para se locomover por lá só com a ajuda de animais de transporte ( cavalos, éguas e burros) ou à pé mesmo.

Os animais são utilizados pelos moradores também para transporte de cargas.

A região do Pati é um lugar bem remoto, distante de cidades, onde poucas famílias vivem. Na casa dessas famílias é onde os turistas se hospedam, tomam banho e fazem as refeições.

O Vale do Pati é uma região espetacular da Chapada Diamantina, ideal para quem busca contato com a natureza e a aventura.

Entre as casas mais famosas para hospedagem no Vale do Pati estão a Casa do Seu Wilson, a Casa da Dona Raquel que oferece um forró com sanfona muito bom. Além da Prefeitura e da igreja, alguns moradores tradicionais da região.

Para quem decide fazer o percurso por conta própria, é importante não deixar a reserva de hospedagem para a última hora. O Vale do Pati é uma região muito procurada e as vagas nas casas são limitadas.

Por isso, é fundamental planejar a viagem com antecedência, para garantir a melhor experiência possível. Porém, quem decide se aventurar na região deve estar preparado para um estilo de vida mais simples e rústico.

As casas para hospedagem no Vale do Pati são simples, mas oferecem uma boa noite de sono e comida muito saborosa.

Trekking no Vale do Pati 1
Trekking no Vale do Pati 1

O único problema é a água fria para o banho, já que não há nenhuma casa que ofereça água quente. A energia também é limitada, muitas vezes de placa solar, mas sempre há uma tomada para carregar os eletrônicos.

Geralmente, a reserva de acomodação é feita pelos guias, mas também pode ser feita diretamente com os donos das casas por aplicativo de mensagem.

No entanto, é importante fazer a reserva com, no mínimo, sete dias de antecedência, para garantir o lugar.

As diárias das casas incluem as camas, o jantar e o café da manhã. Algumas casas aceitam camping, mas nem todas.

Os quartos podem ser de casal ou coletivo, mas o mais comum são os quartos coletivos, onde os viajantes dividem o sono e as experiências ao longo do Pati.

Schlussfolgerung

Em resumo, o Vale do Pati é um lugar incrível, com uma natureza exuberante e um estilo de vida simples e rústico.

As casas para hospedagem são confortáveis e a comida é saborosa, mas é preciso estar preparado para a falta de água quente e energia limitada.

No entanto, a experiência de passar uma noite no Vale do Pati é inesquecível e vale a pena o esforço.